ATENDIMENTO SOMENTE NO ESTADO DE SP

Dedetização de Besouro

dedetização de besouro

Com uma equipe técnica especializada, os melhores equipamentos do mercado e produtos aprovados pela ANVISA, a Zet-Tec realiza dedetização de besouro em todo o estado e SP.

Besouro

Os besouros pertencem à ordem dos Coleópteros (Coleoptera). Essa ordem de insetos é muito ampla de besouros, sendo os mais conhecidos os besouros, joaninhas e carunchos. A ordem Coleoptera possui o maior número de espécies entre os seres vivos com 350 mil, o que torna o grupo animal com maior diversidade no mundo entre tamanhos, hábitos e variedades de formas em todo o mundo.

A palavra Coleoptera tem origem grega unindo koleos (estojo) e pteron (asas) que significa na língua portuguesa “estojo de asa”. Recebem esse é devido o par de asas anteriores dos insetos que funciona como uma capa dura protetora que é conhecida como élitro. Os besouros possuem ainda outro par de asas posteriores e internas às duras que é mais delicado, membranoso e é utilizado para voar.

Habitat

Os besouros estão presentes em uma imensa variedade de habitats na terra com exceção dos oceanos, onde sua presença é quase inexistente, apesar de serem encontrados em alguns litorais.

Os besouros podem ser encontrados em cidades, ambientes aquáticos, desertos e costeiros com exceção dos lugares com temperaturas muito elevadas ou temperaturas muito baixas, como os polos. Sua ampla distribuição geográfica se deve ao fato de algumas características destes insetos, como um par de asas em formato de élitro que os protegem e os espiráculos reduzindo a perda de água, corpo compacto que permite guardar os seguimentos das coxas em cavidade e aumento da esclerotização dos tegumentos. 

As características únicas dos besouros permitem que eles explorem os mais diversos nichos como árvores, rochas, ninhos, o corpo de frutificação de fungos, escombros, água doce, áreas em decomposição, corais entre marés, estrume, cavernas, serapilheira, desertos e etc. Em todos os estágios da vida podem apresentar adaptações para água doce.

Alimentação

A alimentação dos besouros é bem variada de acordo com a espécie. No geral a alimentação consiste em madeiras, plantas, matéria em decomposição, anfíbios e insetos.

A maioria dos besouros são herbívoros, ou seja, se alimentam de plantas. Se alimentam de folhas, raízes, néctar, sementes, frutas e etc.

Algumas espécies se alimentam de madeira, seja árvores vivas ou móveis, como exemplos de besouros comedores de madeiras estão o besouro-de-chifres-longos (Anoplophora glabripennis) e o besouro-lyctus-marrom (Lyctus brunneus).

Algumas espécies de besouros são carniceiros se alimentando de matérias em decomposição. A dieta desses besouros podem conter matéria vegetal em decomposição como folhas secas no chão, fezes e animais mortos.

Algumas espécies são carnívoras se alimentando de insetos adultos ou larvas dos insetos. Esses besouros também podem também se alimentar de ácaros e lagartas de borboletas. 

Existem também os besouros que se alimentam de anfíbios como as rãs e os sapos. Apesar de serem menores do que suas presas, eles atraem os anfíbios para atacá-los e assim que entram em suas bocas absorvem gradualmente os líquidos.

Ciclo de vida

Besouros passam por metamorfose completa: ovo, larva, pupa e adulto.

Dependendo da espécie, um besouro pode botar somente um ovo ou até mesmo um lote com milhares de ovos no solo, em folhas, cascas de árvores ou madeiras no geral. Os ovos dos besouros são macios e moles.

Ao eclodir os ovos passam para a fase larva. Na fase larval as larvas possuem de um a seis olhos de cada lado da cabeça e aparelhos bucais para se alimentarem. A principal função na fase larval dos besouros é a alimentação para chegarem na fase pupa.

No término da fase larval inicia a fase pupa. Os insetos criam uma célula pupa ou encontram um local seguro para se protegerem até se tornarem adultos. Na fase pupa os besouros começam adquirir características físicas dos adultos desenvolvendo antenas, sistema reprodutivo, pernas e asas.

Finalmente ao chegarem na fase adulta, os besouros ainda possuem um corpo frágil e coloração esbranquiçada, porém com o tempo o corpo do besouro fica com a “capa” dura e sua verdadeira cor aparece.

Besouro transmite doenças?

No Brasil o besouro que mais causa doença é o Triatoma infestans, conhecido popularmente como barbeiro, transmissor da doença de chagas.

Mais ao norte do Brasil existe o besouro potó que pode causar queimadura de segundo grau ao liberar uma secreção tóxica ao ter contato com a pele.

Doença de chagas

O vetor da doença de chagas é o protozoário Trypanosoma cruzi que usa o barbeiro como hospedeiro. A doença de chagas não é transmitida diretamente pela picada do inseto. A transmissão acontece quando a pessoa coça a picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício deixado pela picada. A doença também pode ser contraída por meio de transfusão de sangue; de mãe para filho durante a gestação e também ao ingerir caldo de cana ou açaí contaminados.

A doença de chagas apresenta duas fases: aguda e crônica.

Após a picada do barbeiro de 4 a 10 dias a pessoa começa a apresentar os primeiros sintomas.

Na fase aguda a pessoa geralmente apresenta febre, mal estar, falta de apetite, edemas nas pálpebras ou em outras partes do corpo, aumento do baço e do fígado, e distúrbios cardíacos. Em crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade a doença pode levar à óbito. É muito comum na fase aguda a doença passar despercebida pela pessoa.

A fase crônica é divida em três etapas: indeterminada, cardíaca e digestiva.

  • A etapa indeterminada a pessoa pode ficar assintomática por toda a vida;
  • A etapa cardíaca causa comprometimento do músculo do coração. Essa é a forma que mais causa óbito pela doença;
  • A etapa digestiva acomete o intestino grosso e esôfago. Consequentemente irá ocorrer aumento das estruturas e perturbação grave da motilidade (megacólon e megaesôfago).

O diagnóstico da doença de chagas é feito através de exame de sangue e só pode ser feito por um médico. O SUS oferece exame e medicação gratuitamente. 

Assim que a doença é diagnosticada em sua fase aguda o médico irá receitar benznidazol. Na fase crônica, caso o benznidazol não faça efeito o médico irá receitar nifurtimox.

Independente se o paciente está na fase crônica com a etapa cardíaca ou digestiva deve ser acompanhado pelo SUS.

A importância da dedetização de besouro

A ordem dos Coleópteros no qual pertencem os besouros é muita ampla, sendo assim, várias espécies de besouros podem causar doenças e prejuízos econômicos.

Os barbeiros por sua vez são os besouros mais perigosos, pois são transmissores da doença de chagas, doença grave que pode levar uma pessoa à óbito, caso não haja o tratamento correto.

Um outro besouro muito conhecido, o caruncho não transmite doenças, mas causa prejuízos econômicos em armazéns, lavouras, supermercados e residências comendo todos os tipos de grãos fazendo com que lotes inteiros de alimentos sejam descartados.

Outro besouro bem conhecido de nome comum broca também não transmite doenças, mas causa prejuízos econômicos em madeireiras e residências comendo as madeiras fazendo com que muitas vezes a madeira tenha que ser descartada.

Muitas outras espécies de besouros causam prejuízos enormes em plantações e grãos, daí a importância de realizar a dedetização de besouros.

Sinais de besouros em seu imóvel

Para identificar besouros em seu imóvel não é uma tarefa das mais difíceis, porém cada espécie de besouro deixa um rastro por onde passa, e muitas vezes de destruição.

Por exemplo, os carunchos são notados pela destruição dos grãos em residências, armazéns e lavouras. As brocas destroem móveis, sendo assim, elas deixam pozinhos onde estão alojadas. Já os barbeiros são insetos de hábitos noturnos e comuns casas de pau a pique, palha ou adobe.

É muito importante também ficar atento às caraterísticas físicas dos besouros. Apesar de existir mais de 350 mil espécies de besouros em todo o mundo, todos eles têm características em comum.

Uma característica bem peculiar que todos os besouros possuem são duas coberturas rígidas sobre as asas que os protegem. Outras duas caraterísticas únicas dos besouros são: mandíbulas abaixo da boca e seis patas no total frontal e traseira.

Riscos de um local com besouros

Besouros são insetos que podem causar prejuízos e transmitirem doenças. Fique atento!

  • Doença de chagas;
  • Prejuízos econômicos em lavouras, armazéns e supermercados;
  • Perda de mercadorias em grãos;
  • Deterioração e perda de móveis;
  • Destruição de plantas e hortaliças;
  • Queimaduras pelo besouro potó.
Periocidade da dedetização de besouro

De quanto em quanto tempo é necessário realizar a dedetização de besouro na minha casa ou empresa?

A periodicidade para realizar a dedetização de besouros irá depender da espécie de besouro, grau de infestação e local da infestação.

Carunchos em lavouras, armazéns e supermercados recomendamos dedetizar mensalmente. Já em residências, carunchos costuma ser um problema pontual de algum alimento que foi comprado infestado, portanto somente uma aplicação deverá resolver a problema.

Brocas a dedetização costuma ser somente uma vez com o serviço igual de descupinização. Porém, pode ser que o grau de infestação esteja muito alto e seja necessário outra aplicação 15 dias após a primeira aplicação.

A dedetização contra barbeiros em  casas de pau a pique, palha ou de adobe deve ser feita mensalmente, entretanto se o local não for propenso a ter barbeiros e apareça esporadicamente os besouros recomendamos uma periodicidade trimestral.

Outros espécies de besouros que destroem plantações e lavouras recomendamos o controle mensal e até mesmo quinzenal.

Evite besouros em seu imóvel

Com medidas preventivas é possível evitar o aparecimento e infestação de besouros em seu imóvel ou plantação.

  • Troque luzes brancas por amarelas;
  • Mantenha o seu lar limpo livre de matéria orgânica e resíduos;
  • Instale telas nas portas e janelas;
  • Limpe despensas e armários frequentemente;
  • Fique atento ao comprar grãos;
  • Cultive os predadores naturais dos besouros como lagartixas, sapos, lagartos e etc.;
  • Em lavouras faça a rotação de culturas;
  • Pode plantas;
  • Ao amadurecer frutos de árvores frutíferas, as apanhe;
  • Remova ervas daninhas e restos de folhas do chão;
  • No caso das brocas, procure sempre comprar móveis tratados.
Dicas caseiras para acabar com besouros

Separamos 8 dicas de plantas repelentes para você tentar repelir os besouros da sua casa, mas lembre-se que esses métodos 100% naturais, portanto não podemos garantir total eficácia. Caso continue tendo problemas com besouros recomendamos que você chame uma empresa especializada em dedetização de besouro assim como a Zet-Tec para resolver seu problema.

Eucalipto

As folhas do eucalipto possuem um aroma forte capaz de repelir besouros e outros insetos.

Tagetes

As flores de tagetes possui um odor forte e é bastante utilizado para repelir os besouros.

Erva de São João

A erva de São João é uma planta perene que pode viver mais de dois anos e pode ser utilizada para repelir os besouros. 

Cebola

Com seu odor forte, a cebola é capaz de repelir não somente os besouros, mas muitos outros insetos também.

Calêndula

A calêndula também conhecida como margarida é uma planta medicinal e também pode ser utilizada para repelir os besouros.

Lavanda

A lavanda é muito utilizada para repelir insetos e também pode ser usada para repelir besouros, além de ter um ótimo odor.

Alecrim

O alecrim é uma planta forte e resistente que pode ser utilizada para repelir besouros.

Hortelã

A hortelã é uma planta que tem um odor forte e pode ser plantada junto com outras plantas para afastar besouros e outros vetores.

Precificação da dedetização de besouro

Qual o preço da dedetização de besouro?

Nós da Zet-Tec dedetizadora não trabalhamos com valores tabelados para quaisquer serviços de controle de pragas, e com a dedetização de besouro não é diferente. Gostamos sempre de avaliar cada caso em particular de cada cliente, pois cada cliente apresenta uma necessidade diferente. 

O valor final de uma dedetização de besouro irá variar de acordo com a espécie de besouro, grau de infestação, área total e local da infestação (móvel, residência, armazém ou lavoura).

Dedetização contra carunchos costuma ser pontual em residências, então o valor é mais baixo se comparado à outras dedetizações, mas se for em armazéns que pode ter infestações o valor é mais alto devido à área total e grau de infestação. Dedetização contra barbeiros costuma ser um valor médio por ser um inseto perigoso. Dedetização contra brocas o valor é semelhante a uma descupinização e varia de valor de acordo com o tamanho do móvel infestado. Dedetização contra besouros em lavouras o valor tende a ser maior por conta do tamanho e possibilidade de retorno. 

A dedetização de besouro não é um gasto extra que você vai ter, lembre-se que esses insetos podem transmitir doenças e perdas financeiras enormes.

Melhor horário para realizar a dedetização de besouro

Qual o melhor horário para realizar a dedetização de besouro? Existe um melhor horário para dedetizar besouro?

Não existe um horário certo para fazer a dedetização contra besouros. A dedetização pode ser feita de acordo com a disponibilidade do cliente e nós somos bem flexíveis quanto à dias e horários, pois trabalhamos 24 horas.

No entanto, é necessário seguir as orientações técnicas antes e após a dedetização para evitar intoxicações.

Em residências orientamos que o cliente realize a dedetização de manhã, pois assim quando retornar para dormir o tempo necessário recomendado pelo técnico para ficar ausente já foi passado.

Em empresas recomendamos que a dedetização seja feita no final do expediente ou aos finais de semana, pois assim o local ficará sem pessoas pelo tempo necessário e consequentemente livre de intoxicações.

O tempo necessário para ficar ausente do imóvel pode variar entre 6 e 24 horas. O tempo maior ausente é da dedetização de brocas, pois a metodologia da dedetização é a mesma contra cupins, ou seja, descupinização, sendo assim, o odor é muito mais forte.

Processo de dedetização de besouro
Dedetização de Besouro

Quanto ao processo de fecundação, ele é feito de forma dioica, exige a presença de um macho e uma fêmea e ela gera ovos que serão fecundados.

Nesse processo de controle de pragas é preciso verificar tanto os locais onde são fecundados os óvulos quanto às possibilidades de alimentação dos besouros.

Nossa equipe trabalha de forma objetiva. Primeiro fazemos um levantamento de todo o ambiente e dos focos de infestação da praga. Após esse processo fazemos a dedetização nos locais específicos das larvas e dos óvulos para que evitemos a proliferação dos besouros.

Agimos em duas linhas simultâneas, o desenvolvimento das larvas e os ambientes de alimentação e abrigo dos indivíduos adultos. Outro ponto importante é o afastamento das populações macho e fêmea para que novos indivíduos não sejam gerados.

Entre em contato com a Zet-Tec e agende uma visita técnica. Faremos um diagnóstico completo da situação do seu imóvel, casa ou sítio. Após a análise faremos um orçamento e estipulamos o tempo necessário para a realização da dedetização.

Saiba mais sobre besouros.

to top Call Now Button